Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


♥ Coisas não tão minhas

por Adriii, em 28.04.11

Hoje resolvi começar a postar trechos de algumas músicas. São coisas que ao mesmo tempo que não são minhas, são minhas também, porque de alguma forma mostram o meu sentimento. Para mim, uma música é capaz de mostrar os mais diversos sentimentos pela simples força de sua letra e de sua melodia.

 

Assim sendo, começa aqui a exposição de "coisas não tão minhas":

 

"Ando devagar porque já tive pressa. Levo esse sorriso porque já chorei demais. Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe. Só levo a certeza de que muito pouco sei".

Almir Sater - Tocando em frente

 

 


 "Eu vou mimar você até quando eu puder
Se isso é um defeito você pode até pedir pra eu parar
Mas isso é tão bom
Eu cuido de você, você cuida de mim
Se existe outro jeito eu prefiro assim
E quer saber, eu vou te amar
Assim, você quem vai cuidar de mim
Eu cuido de você e enfim
Amor não vai faltar".

Bruno e Marrone - Amor não vai Ffltar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

♥ Nosso Primeiro Beijo

por Adriii, em 27.04.11

Foi numa noite sem igual
Num lugar onde nunca fui
Num evento que nunca participei
Ouvindo uma banda que nunca vi nem ouvi
Que conheci você

Nem tinha percebido você direito
Encontrei você por conta dos amigos em comum
Você nem queria ter ido
Foi precionado pelos amigos
E eu fui só para me divertir

Entre uma música e outra
Eu fui lhe notando
De camisa vermelha e calça jeans
Sem perceber o seu olhar
Continuei a dançar sozinha

De mancinho você se aproximou
Com suas mãos presas à minha cintura a gente dançou
E quando virei para te olhar
Nosso primeiro beijo aconteceu.

Adriana Schmitt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

♥ Noite

por Adriii, em 13.04.11

A noite atua como anestesia

Faz aliviar as mágoas de um dia ruim

Faz meditar sobre a imperfeição das coisas.

 

É durante a noite que discutimos com nós mesmos sobre nossos erros

E é durante a noite que tentamos chegar a alguma solução,

Devaneando madrugada a dentro

E nos torturando enquanto inundamos de lágrimas o nosso travesseiro

Até que a madrugada está quase no fim.

 

O tempo esfria

O soluço do choro sessa

O sono vem nos adormecer

E acordamos pela manhã que começa cedo

Para enfrentarmos um novo dia sem medo

Com um sorriso estampado no rosto.

Adriana Schmitt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:40


Minhas palavras nesse meu pequeno universo, onde tudo vira poesia...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D