Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

♥ Sinto sua falta

por Adriii, em 27.09.10

No meio de tantas palavras que conheço

Não consigo descrever esse sentimento que me toma

Cada vez que lembro do seu rosto enrugado

Cada vez que lembro do seu sorriso amigável

E cada vez que eu lembro das piadas que fazia de mim.

 

Eu não lembro dos dias em que me pegou no colo

Mas lembro dos abraços carinhosos

Dos dias brincando na praia

Dos conselhos para eu comer mais legumes e verduras

Legumes e verduras que o senhor mesmo plantava

Dos conselhos para eu comer mais feijão

Porque tinha ferro

E claro...

Dos trocadinhos escondidos da vó

Dos doces escondidos da mãe

Do coelhinho de pelúcia para eu não chorar

E ainda

Dos olhos que queriam me dizer adeus

Olhos que eu vi e me fizeram chorar.

 

Eu lembro daqueles olhos

Aqueles olhos fundos

Que me fizeram enxergar tão além

Além do que eu imaginava ter sido para o senhor

Além do que você podia imaginar que eu seria um dia

Olhos que eu vi a fundo

E que me fizeram desmontar inteira

Por saber que seria a última vez que eu os veria.

 

Então eu tive que suportar a dor de não ter a sua ligação no meu aniversário

De não ter o seu abraço

De não ter o seu deboche por eu estar mais velha

Mais enrugada

Mais feia

Mesmo fazendo apenas 24 anos.

 

Dói

E como dói

Setembro que pra mim sempre foi o mês mais lindo

O mês mais esperado

O mês mais florido

É agora o mês que mais me causa dor.

 

Esse sofrimento fica comigo o ano inteiro

Mas faz questão de bater forte no meu peito nesse dia

Para dizer que você não está mais aqui comigo

Que não vai ver eu me formar

Que não vai ver eu me casar

Não vai nem tomar um café na minha nova casa

Nem vai ter um bisneto dado por mim.

 

Fazer o que...

A vida é assim

Chegou a hora de Deus te levar e ele te levou

Só me restam agora saudade e dor,

Por nunca mais poder te ver

Por nunca mais ver aquele seu rosto enrugado

E aquele seu sorriso amigável.

 

Eu te amava tanto

Amo ainda

Mas me conforta saber que você sabia disso

Eu disse tantas e tantas vezes

Meu coração também...

Disse mais do que minha voz podia falar.

 

Sinto sua falta...

Sinto muito sua falta!

Adriana Schmitt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

♥ O que você faria?

por Adriii, em 05.11.09

O que você faria se soubesse que eu morri agora?

Você ficaria em estado de choque

Diria que não é verdade

Você choraria horrores

Você olharia nossas fotos

Você também sentiria saudade?

 

Você faria uma ligação

Você iria ao meu encontro

Você choraria mais um pouco

Você lembraria de todas as alegrias que tivemos

Tudo isso à frente de meu caixão?

 

Você diria que eu sou muito nova

Lembraria que eu gosto de azul e não de rosa

Ajudaria a escolher uma roupa para o velório

Lembraria que eu preferia ser cremada do que enterrada ou sepultada

Lembraria que eu não quero foto de ninguém segurando minhas cinzas e que eu puxaria no pé de quem o fizesse

Você lembraria das piadas

Você choraria entre risadas?

 

Talvez você escreveria um poema

Ou leria um poema que escrevi

Então faria uma oração

Desejaria que eu descansasse em paz 

Deixaria um recado de adeus no meu orkut

Perguntaria o porquê

E ficaria desolado(a) por tudo isso?

 

Você vai se arrepender de não ter me ligado

Vai se arrepender por não ter deixado um recado

Vai lembrar do passado

Das corridas na chuva

Da agonia que eu tinha em ter tudo perfeito

Das risadas confusas

Das ideias absurdas

Das palavras que faltaram no momento que deveriam aparecer?

 

Você vai sofrer

Você vai correr

Você vai querer me esquecer?

 

Você continuará não acreditando

Vai ter o coração sangrando

Vai querer que eu volte

Vai querer que eu te conforte

Vai lembrar que eu faria qualquer coisa pra ajudar

Vai lembrar que eu sempre fui uma ótima amiga, filha e companheira

Vai saber que eu estarei cuidando de você?

 

Eu não morri agora

Mas e se eu morresse?

Estou aqui a toda hora

Mas quando eu não estiver mais?

O que você vai fazer?

 

Espero que você diga ou faça qualquer coisa por mim enquanto eu estiver viva

Porque quando eu morrer, nada disso será recíproco.

Lembre de mim com carinho.

O problema é que eu gosto de retribuir o carinho que eu recebo!

Adriana Schmitt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

♥ Vela e flores do campo

por Adriii, em 12.05.09

As flores brotam de ponta cabeça, em cima de uma nuvem.

Gotas caem de seu caule, até suas suaves pétalas e pingam lentamente na terra.

Fica o cheiro de saudade.

O guarda-chuva se abre, o caixão se fecha

A viúva parte, as velas se apagam,

Mas os filhos não querem dizer adeus.

 

Adriana Schmitt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

♥ Acreditar

por Adriii, em 11.04.09

Só acredito no tempo
Não acredito no perdão
Eu acredito na letra de uma música
Não acredito mais no coração
Eu acredito na morte
Não acredito na sorte
Eu acredito no hoje
Não acredito no amanhã
 
Eu me mato um pouco mais por dentro
Eu morro um pouco mais por fora
Adriana Schmitt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:44

♥ Bebida e Direção

por Adriii, em 21.03.09

Um homem e uma mulher caminham por uma rua durante a tarde.
Ela estilo social e ele urbano.
Ambos caminham a passos lentos e o semblante é de felicidade e boas expectativas.
 
Ela: DIREITO
Ele: PUBLICIDADE
Ela se despede dos amigos numa festa, durante a noite.
 
Ela: DEFENDER
Ele: CONVENCER
Ele abre a porta do carro, dá continuidade à despedida, entra no carro e fecha a porta.
 
Ela: ATACAR
Ele: CONQUISTAR
Então ela coloca a chave na ignição e o motor é acionado.
 
Ela: AJUDAR
Ele: INDUZIR
Os pés aceleram e os prédios ao lado passam rapidamente.
 
Ela: PROTESTAR
Ele: SEDUZIR
Ela passa por uma curva.
A luz dos postes atrapalha.
Os pés acionam os freios.
O barulho da frenagem é forte e as mãos dela estão desgovernadas ao volante.
 
Os dois aparecem por completo.
Barulho de explosão.
Os dois aparecem com a beca da formatura.
Juntos esticam uma das mãos em busca de algo adiante.
 
OBJETIVOS DIFERENTES, MAS ALGO EM COMUM!
 
Retrospectiva:
As mãos estão desgovernadas ao volante.
Barulho da frenagem é forte.
Os pés acionam os freios.
A luz dos postes a atrapalha e ela passa por uma curva.
 
Imagem dos prédios passando rapidamente
Ele acelerando.
O motor é acionado e ela coloca a chave na ignição.
Entra no carro e fecha a porta.
Despedida.
Ele abre a porta do carro.
Ela está se despedindo dos amigos numa festa
Durante a cena, música de rock
 
Silêncio.
Tela escura.
“BUMMM”.
 
Os dois reaparecem
O semblante é de arrependimento
Os braços esticados voltam para perto
E na mão têm um copo com cerveja.
 
Ela faz uma curva
Ele aciona os freios
Frenagem é forte
As mãos estão desgovernadas ao volante
O carro começa a capotar
Os condutores estão em pânico
O carro para de capotar
Eles estão fora do veículo caídos ao chão
 
E O QUE FOI DESPERDIÇADO???
NÃO FOI A BEBIDA... FOI A VIDA!!!
 
Do carro capotado sai fumaça
Das pessoas inertes ao chão escorre o sangue do corpo.
 
Cenas fortes? Sim. São para assustar! Bebida e direção: NÃO!
Adriana Schmitt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

♥ Campanha "diga não às drogas"

por Adriii, em 18.02.09

Páginas negras
Da minha história
Não tem mais jeito, não tem mais volta
Nem fotos pra gente ver
Não tem mais nada
Coisas que eu sabia
Eu não sei mais

Porque fui me viciar
Me drogar
Hoje é tarde
Tarde demais
Eu afastei de mim
Os meus pais
Os amigos
Que eram leais

Foi o fim
Vacilei
Meus olhos,
Estão vermelhos
Não são das drogas não
São das dores
Das lágrimas
Que eu chorei

Quero que me escute
Quero que se cuide
Por todas as pessoas
Que te rodeiam
Se há um desencontro
Tente conversar um pouco
Há tantas pessoas especiais.
Adriana Schmitt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:24


Minhas palavras nesse meu pequeno universo, onde tudo vira poesia...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D